Clássicos do Brega I – Reginaldo Rossi

Dobradinha do Reginaldo Rossi, das antigas, entre as minhas preferidas, da sua melhor fase, anos 70!

Link para baixar

O melhor trecho, o mais brega, o mais doído é:

A solidão é um punhal agudo

Mexendo aqui por dentro

Rebentando tudo

Eu não consigo te esquecer

Eu não consigo te esquecer

Você de mim está tão distante
Tua lembrança é o que me faz viver
A solidão em mim é tão constante

A solidão é um punhal agudo
Mexendo aqui por dentro
Rebentando tudo

Volta correndo e vem me ver
Não mais me deixe tão sozinho
Sou teu menino, vem me proteger
Vem me trazer o teu carinho, vem

A solidão é um punhal agudo
Mexendo aqui por dentro
Rebentando tudo

Saudade imensa

Entra, saudade imensa
E toma posse desse corpo
Ele é todo teu
Ela não volta

Nem por capricho
E eu submisso
Vou vivendo com você

Fere, fere bem fundo
Pois no meu mundo sem amor
É bom saudade ter

Saudade grande
És meu abrigo,
E o grande amigo que me ampara
Ao me ver sofrer

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s