Albânia

Bandeira da Albânia

Capital: Tirana
Área: 28.748 km²
População: 3.582.205
Densidade: 124,6 hab/km²

Como em “O Livro da Viagem” traz sugestões de músicas para cada país, estou tentando fazer o download de ao menos um disco para cada país. Como os dois primeiros países foram Afeganistão e Albânia, dois países pobres, isso parecia se refletir nas músicas, relativamente tristes e sérias. Estava lendo que a Albânia é um dos países mais pobres da Europa, que passou mais ou menos cinqüenta anos sob o mando de um ditador, e que boa parte dos albaneses imigram para outros países em busca de emprego.

Tirana, capital da Albânia

Filme – “O Silêncio de Lorna”


E é sobre esses imigrantes que trata “O Silêncio de Lorna”. O filme conta a história de uma albanesa que se muda para a França para tentar um futuro melhor. Para isso, tem que fingir um casamento de fachada, com um francês viciado em heroína. É claro que eles não tem que viver como marido e mulher, mas tem que viver dentro da mesma casa, e ele é um viciado que precisa de ajuda. Ela não quer mais problemas, mas até por viverem na mesma casa, eles têm que ter um certo convívio.

Eu acho a bandeira da Albânia uma das mais bonitas do mundo, sendo quase toda em vermelho, com um brasão todo em preto de uma águia olhando para duas direções. Inclusive, aquela grife de moda Cavalera, do cara do Sepultura, copiou esta figura como marca. E eu achei muito interessante a metáfora que existe no filme, pois a albanesa está quase sempre vestida toda de vermelho, mesma cor da bandeira.

E ela está cercada por gente sem escrúpulos, os criminosos que conseguiram com que ela entrasse ilegalmente na França, agora querem matar o seu “marido” viciado francês, dizendo que ele teve uma overdose; e ela já sendo francesa, casaria com um russo que também quer se naturalizar francês; e o namorado da albanesa não vê nada que matem o francês, já que não passa de um viciado.

A única exceção em suas relações é o viciado, que ainda tem alguns escrúpulos e implora ajuda, e aos poucos os dois vão se aproximando, e ela quer tentar outra forma de resolver o problema sem ele ter que morrer.

A atriz principal tem uma beleza bem peculiar, clara, com cabelo preto, bem curtinho, e tem um papel difícil, mas se sai bem.

Assim, como outro filme que tem relação com o Leste Europeu, o “4 meses, 3 semanas e 2 dias”, existem personagens bastante cruéis e repugnantes, e essa crueldade parece ser um pouco uma característica daquela região, até por estarem muito ligados à União Soviética durante um período, e a Rússia talvez seja um dos países mais caracteristicamente cruéis do mundo, um pouco por causa do Stalin.

O filme é muito bom, forte e situações um pouco imprevisíveis. Nota: 9

Livro / Filme – “Abril Despedaçado”

O assunto principal deste livro são as vendetas, uma espécie de guerra e vingança entre famílias. Baseadas no Kanun, um código de leis muito rígido, que prevê quase todas as situações cotidianas, que é seguido em boa parte do norte da Albânia, região bastante montanhosa, a família tem que manter a honra, e mesmo que isso signifique matar e morrer.

O livro conta a história de uma família que tem uma vendeta que começou a muitos anos, por motivos que parecem irrisórios para já terem causado 44 mortes, 22 de cada lado. O personagem principal é chamado pelo pai, que diz que ele tem que vingar a morte de seu irmão; e aí ele mata um integrante da família rival, sabendo que existe uma trégua de um mês, a bessa, passado esse tempo, ele poderá ser morto a qualquer momento. A história trata justamente de toda a confusão mental que ele passará durante esse mês que ele ainda tem de vida.

O livro descreve várias paisagens como esta, do interior da Albânia, na região norte do país

O livro traz muitos detalhes curiosos e peculiares sobre o Kanun, como por exemplo, depois do vingador matar alguém da família inimiga, ele deve acompanhar todo o cortejo fúnebre e velório, e como se não bastasse, ainda tem que participar do almoço fúnebre na casa da família inimiga.

Um cineasta brasileiro, o Walter Salles, fez um filme com mesmo nome inspirado no livro, só que ambientado no nordeste brasileiro, onde também existe muita vingança entre as famílias. Porém, o Walter Salles é um cineasta muito conservador e limitado, com o filme ficando bem inferior ao livro.

Nota – livro: 8, filme: 4

Música – “Albania Old Recordings”

Como diz o nome, são gravações antigas, mas bem antigas mesmo, músicas tristes e monótonas. Nota: 5

Música – “Adelina Ismaili”

A bela Adelina Ismaili

Faz uma música pop bastante genérica, com acentos que lembram um pouco o Oriente Médio, porém uma das músicas é fantástica, “Une e Ti”, um poperô que lembra um pouco aquela música iugoslava que o Latino usou para fazer a versão de “Festa no Apê”, mas essa é ainda melhor, com uma melodia ótima e marcante. Nota: 6 pelo conjunto das músicas, 10 pela “Une e Ti”.

Link para a música

Comida

Fërgës (rico ensopado de carne) ou rosto me salcë kosi (carne assada com creme de leite)

Curiosidades

Os albaneses balançam a cabeça para os lados para dizer sim, e para cima e para baixo para dizer não.
O Kanun define também leis sobre o acolhimento de visitantes, por isso, os albaneses podem ser extremamente hospitaleiros e oferecer casa e comida de graça.

Região montanhosa da Albânia

Litoral da Albânia - Himarë

Miss Albânia - aí sim, hein?

Lezha

Mesquita Shokdra em um dia nublado na Albânia

Litoral à noite

Litoral da Albânia

Igreja Ortodoxa de Durres

One thought on “Albânia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s